17 de ago de 2011

A Pirâmide Vermelha - As Crônicas de Kane

Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 445
Nota: *****
Onde comprar: Aqui
Sinopse: Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane. Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas. Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.

Pelo visto, Rick Riordan encontrou o seu filão: As séries de livros com a mitologia como pano de fundo. Se em Percy Jackson & os Olimpianos acompanhávamos uma história moderna envolvendo os deuses gregos no mundo atual, em As Crônicas dos Kane, mergulhamos na mitologia egípcia, com seus vários deuses, numa trama envolvente, utilizando-se da mesma receita. Rick nos imprecionou mais uma vez, com a Pirâmide Vermelha, a história é contada como se estivesse sido feito sobre um gravação dos personagens princípais Carter e Sadie.

O interessante é que este livro só de olharmos a capa temos vontade de ler, ao começar a ler não consegui mais parar, já no começo lendo apenas o "aviso" já comecei a ficar anciosa para saber o que iria acontecer, como a história seria contada, é uma leitura que nos prende, é como se estivessemos descobrindo cada novidade juntamente com Carter e Sadie, cada hieróglifo visto, eu me perguntava o que poderia ser, a cada novo Deus que aparecia eu corria para o google procurar mais sobre ele, admito que aprendi bastante com isso, é uma emoção sem igual, com um final emocionante cheio de surpresas, cheio de emoção e cheio de coisas boas, mas até quando a paz irá durar?

Em minha opnião as partes em que Carter narra o livro são as melhores, ele tem um jeito mais seguro de si, mais maduro que me encantou, já Sadie é mais rebelde, mais impulsiva, talvez por me ver um pouco em Carter eu goste mais dele. No começo quando eles descobrem mais sobre o passado da família Kane, sobre os magos, os deuses e a mágia; Sim, a mágia que tanto me encanta, que me faz querer ler mais e mais, estou completamente louca para que chegue outubro e lance o segundo livro das Crônicas de Kane.

Fico a imaginar o que está acontecendo com Sadie e Carter no Brooklyn, fiquei louca ao ler o final e fui até minha mãe dizendo que precisa ir para o Broklyn, perguntando o por que dela nunca ter me dito que nossa família era mágica, ela me achou louca como sempre, mas sei que em algum lugar eu vou encontrar o armalho mágico para o Duat e conseguir provar que sou descentende da familia dos faraós e ir a caminho de Carter e Sadie. E claro que eu não poderia deixar de recomendar esse livro a todos.

Postado por Canto para Fantasia às 19:56

0 comentários:

Postar um comentário